Manter a performance mental no regresso ao ativo CategoriesBlog

Manter a performance mental no regresso ao ativo

As férias foram ótimas. A tua energia e performance mental estão novamente no topo. As idas a banhos, de mar e/ou sol. Aquele gelado e bola de Berlim ao final da tarde. Os passeios em família que ficaram na memória. Os jantares rodeados de amigos. A isto é que se chama vida, ou pelo, menos chamava à uns dias atrás.

O regresso ao ativo vem com diversas sensações. Para alguns, o entusiasmo é grande pelas conquistas que agora esperam concretizar, fruto de tudo o que fizeram. Para outros a apreensão cresce pela ânsia de, nos meses que restam, dar a volta e fechar o ano de forma positiva.

Para todos há uma certeza. Estejas no teu emprego de sonho, em transição de carreira ou a trabalhar para “pagar as contas”, o vital é manteres a tua performance mental no topo. É isso que te vai permitir fechar o ano com chave de ouro.

Confere agora algumas sugestões que te deixo para conseguires manter-te no topo do teu jogo mental.

Avança ao ritmo de uma ultra-maratona

É natural que a energia acumulada durante as férias te faça sentir capaz de abraçar novamente a vida frenética que deixaste antes das férias. Calma! Caso te tenha passado despercebido a vida não é um sprint. A vida, e o teu trabalho, é uma ultra-maratona. Esgotar a energia nesta fase inicial só trará resultados efémeros. Em alternativa monitoriza os teus níveis de energia diariamente. Assim, nos momentos mais críticos, quando todos de andarem a arrastar tu vais estar no teu melhor.

Faz uma coisa de cada vez

A caixa de email está lotada, as reuniões começam a acumular-se e o teu trabalho , que ainda agora começou, corre o risco de se atrasar. Neste momento o multitasking pode parecer a tua salvação, só que não é! A tua atenção tem um limite e dividi-la pode ser a receita para o desastre (sim, mesmo que sejas uma mulher). Felizmente existe uma alternativa bem melhor para a tua performance mental – o single-threading. Um método em que te dedicas a 100% a um tarefa de acordo com o seu nível de prioridade. Assim os progressos são sustentados e o teu trabalho mantém a qualidade de topo.

Define prioridades, cria o teu plano e segue-o

O trabalho que tens por fazer, os assuntos pendentes a resolver e os resultados que tens para apresentar parecem intimidantes? De facto são-no, se olhares para eles como um todo. Um efeito que pode ser paralisante. O Monte Evereste tem esse mesmo efeito em todos os que se atrevem a escala-lo. Para evitar esse sensação define as tuas prioridades (por urgência e impacto real) e cria um plano onde coloques tudo o que há a fazer. Descarta tudo o que não controlas ou que deixou de fazer sentido. Depois é só segui-lo, um passo de cada vez.

Deixa o trabalho fora de casa

Este é o calcanhar de Aquiles de muitos profissionais. Dos que acreditam que não podem falhar (disso falamos noutro momento), dos que trabalham em casa e daqueles que vivem para trabalhar. Se a tua família, o teu cão ou o teu sofá têm um lugar especial no teu coração dedica-lhes o pouco tempo que te resta do fim do dia. Faz uma lista com os bullet poitns do dia seguinte e adiciona-lhe um lembrete. Assim podes desfrutar de um final de dia fantástico todos os dias, tal como fazias nas férias. Lembra-te tudo conta para uma performance mental de topo!

Cuida de ti

De nada te vale apanhar sol, dar umas caminhadas à beira-mar, ou pela floresta, comer de forma equilibrada (com um “pecado” aqui e ali), entrar no “modo zen” ou dormir como um bebé. De nada vale se só o fazes nas férias! A tua saúde, o teu bem-estar, é o resultado de um conjunto de hábitos que crias e concretizas para esse fim. Se os começaste nas férias só tens que os continuar agora. Habitua-te a tratar o teu corpo como de fosse o teu templo. Faz exercício, convive com a natureza, come com consciência e deita-te cedo (de preferência sem distracções digitais). Faz isso a tua performance mental vai aumentar consideravelmente.

Mantém os meios digitais em quarentena

Sim, estás a ler bem. Quarentena! Seja no trabalho ou em casa é importante regulares a utilização que fazes destes meios de interação e entretenimento. A velha desculpa de que “é a minha ferramenta de trabalho” já não cola, sobretudo quando os estás a usar fora do horário laboral. Tens um mundo recheado de momentos únicos à tua volta, repleto de estímulos ótimos para aumentar a tua performance mental. Aproveita-o! Opta por ler um livro (fisico!!!), brincar com os teus filhos, conviver com amigos ou namorar com a tua cara metade. As alternativas são ilimitadas!

Simplifica

Esta é, de longe, a minha melhor sugestão. Faz os possíveis para tornar este regresso ao trabalho num momento fácil, simples e agradável. Mantém tudo o que de bom ganhaste nas férias. Lembra-te, o teu trabalho nunca vai ficar terminado. Os problemas de hoje terão uma solução amanhã. Haverá sempre uma nova ou diferente oportunidade. A tua vida é mais do que o teu trabalho. Porque, mesmo que não seja assim, tu podes sempre escolher viver e trabalhar com mais qualidade. Isso vai depender sempre e só de ti!

Subscreve a minha newsletter e garante acesso a mais dicas, estratégias e reflexões!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *